Millennium Editora
Product ID: 579
Product SKU: 579
New In stock />
Manual de Perícia em Elevadores

Manual de Perícia em Elevadores

Destaque


De R$ 145,00
Por:
R$ 123,25
Economize  R$ 21,75

R$ 117,09 à vista com desconto Pagamento Pix
ou 2x de R$ 61,63 Sem juros Cartão Visa
Pague com boleto, depósito bancário ou pix e ganhe mais 5% de desconto
Simulador de Frete
- Calcular frete

Um dos maiores medos de quem reside ou trabalha em edifícios é ficar preso no elevador do prédio. Essas panes podem ocorrer em razão de falhas no equipamento ou pela falta no fornecimento de energia.

Além desta situação corriqueira acima descrita, há outros tipos de ocorrências mais graves como os acidentes com vítimas lesionadas e o mais grave de todos, os acidentes resultando em vítima fatal.

Ao longo de 15 anos de experiência como Perito Criminal da Polícia Civil, o autor desta obra, por ser  engenheiro mecânico, tem investigado com afinco diversos acidentes fatais com elevadores de passageiros, atuando em seu estado e auxiliando os seus colegas peritos em vários estados do Brasil;  e ao observar a ausência de literatura nesta área tão importante da engenharia forense,  resolveu compartilhar sua expertise através das páginas deste livro, que sem sombras de dúvidas trará  grande contribuição aos Peritos Criminais   que investigam estes acidentes, bem como será de grande utilidade aos  Peritos Judiciais, Assistentes Técnico (peritos das partes), Advogados,  e acima de tudo reveste-se de importante ferramenta de prevenção de acidentes para os Síndicos e Administradores de Condôminios uma vez que esta obra reserva alguns capítulos para orientá-los sobre medidas de prevenção e cuidados com a manutenção, e ainda faz uma abordagem sobre a responsabilidade cível e criminal de todos os atores envolvidos nesta atividade.

Aproveitem e absorvam todo o conhecimento desta obra, seja na investigação de um acidente infelizmente ocorrido, ou nas ações prevencionistas, pois o conhecimento salva vidas!

 

 

Sobre o Autor:
 

ROBSON FELIX MAMEDES

Perito Oficial Criminal da Polícia Civil do Estado da Paraíba, Engenheiro Mecânico, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Bacharel em Direito, Palestrante de Eventos no campo das Ciências Forenses e Segurança e Saúde do Trabalho; Docente de Cursos de Formação de Peritos Criminais e Peritos Judiciais, Pós-graduações, Preparatório para Concursos nas Carreiras de Perícia Criminal, Especialista em Perícias de Trânsito, Perito Judicial da Justiça Comum e do Tribunal Regional do Trabalho 13ª Região (perícias de insalubridade, periculosidade e Acidentes de Trabalho), Assistente Técnico em Perícias de Acidentes de Trânsito e Acidentes de Trabalho.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Autor: MAMEDES, ROBSON
  • Binding: mkt

Capítulo 1 – O método científico e a perícia criminal

Capítulo 2 – Enquadramento histórico do transporte vertical

1.    Advento dos circuitos integrados

2.    O primeiro elevador do Brasil

3.    Dados e estatísticas

Capítulo 3 – O elevador de passageiros

1.    Conceito

2.    Tipologias básicas

2.1. Elevadores elétricos com máquina de tração

2.1.1. Elevadores elétricos com máquina sem engrenagem (gearless)

2.1.2. Elevadores elétricos com máquina com engrenagem

2.2. Elevadores hidráulicos

2.3. Plataformas elevatórias

2.4. Elevador unifamiliar

2.5. Elevadores panorâmicos

3.    Tipos de tração

3.1. Tração hidráulica

3.2. Tração elétrica

3.2.1. Motores

3.2.2. Partes elétricas

3.2.3. Contatores

3.2.4. Inversores

3.2.5. Disjuntor para motor

3.2.6. Interruptor

4.    Dispositivos de manobras de elevadores

4.1.     Dispositivos que transmitem comandos ao circuito de manobra

4.2. Dispositivos que executam as ordens recebidas

4.3. Sistemas de controle

4.3.1. O sistema de controle de movimento

5.    Sequência lógica de tarefas do elevador

5.1. Sistemas de controle de chamadas

5.1.1. Controle por identificação biométrica

5.1.2. Controle por código de senha, cartão ou chaveiro de acesso

5.1.3. Controle por supervisório

5.1.4. Controle unificado

5.2. Subsistemas que compõem o sistema do elevador

6.    Componentes e funcionalidades

6.1.     Funcionamento e componentes de um elevador de passageiros com máquina de tração

6.2. Dispositivos de segurança

6.2.1. Freio de segurança da cabina

6.2.2. Freio da máquina de tração

6.2.3. Amortecedor ou para-choque

6.3. Elementos de suspensão da cabina e contrapeso

6.3.1. Cabos de aço

6.4. Elevador com casa de máquinas

6.5. Elevador sem casa de máquinas

6.6. Quadro ou painel de comando

7.    Definições

7.1. Máquina de tração

7.2. Cabina

7.3. Contrapeso

7.4. Casa de máquinas

7.5. Caixa de corrida (passadiço)

7.6. Guias da cabina

7.7. Poço

7.8. Portas de cabina e de pavimento

7.9. Operador de portas

7.10. Tapa-vista

7.11. Alarme

7.12. Botão (chave) de emergência

7.13. Cabo de comando

7.14. Comando manual

7.15. Comando automático

7.16. Limitador de fim de curso

7.17. Máquina com engrenagem

7.18. Percurso

7.19. Porta de eixo vertical

7.20. Porta automática

7.21. Porta pantográfica

7.22. Trinco ou fecho mecânico

7.23. Fecho eletromecânico

7.24. Rampa móvel

7.25. Seletor

7.26. Armação de carro

7.27. Barra de segurança

7.28. Velocidade nominal

7.29. Carga nominal

7.30. Nivelamento

7.31. Zona de nivelamento

7.32. Carro

7.33. Quadro de força do elevador

8.    O elevador e seus componentes

Capítulo 4 – Da legislação e normas técnicas aplicáveis aos elevadores de passageiros

1.    Das resoluções do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea)

Capítulo 5 – Elevadores segurosorientações aos síndicos e administradores de condomínio

1.    Como estar em dia com as normas e as leis

2.    De olho na manutenção do elevador

3.    Problemas na operação de elevadores

3.1. Desnivelamento da cabina em relação ao pavimento

3.1.1. Causas de desnivelamento da cabina em relação ao pavimento

3.1.2. Soluções para o desnível da cabine em elevadores

3.2. Defeitos nas portas

3.2.1. Proteção do usuário contra o fechamento de portas

3.2.2. Abertura da porta do pavimento sem que a cabina esteja no andar

3.3. Ruídos ou “trancos” durante o deslocamento da cabina

3.4. Queda da cabina

3.5. Engrenagens

3.6. Guias

3.7. Lubrificação

3.8. Pane no funcionamento do elevador com parada da cabina

3.8.1. Possíveis causas de panes elétricas com parada da cabina

4.    Comportamento seguro do usuário

4.1.     Falha nos dispositivos de segurança das portas: riscos de queda e esmagamento

4.2. Transporte de animais domésticos em elevadores: riscos de esmagamento

5.    Riscos de queda da cabina ou descida acelerada