Millennium Editora
Product ID: 565
Product SKU: 565
New In stock />
Manual do Instrutor VCQB ®  Protocolos de Combate Veicular

Manual do Instrutor VCQB ® Protocolos de Combate Veicular

DISPONÍVEL PARA ENVIO A PARTIR DE 08 DE AGOSTO
Autor: Marcelo Esperandio

Destaque Lançamento


De R$ 128,00
Por:
R$ 102,40
Economize  R$ 25,60

R$ 97,28 à vista com desconto Pagamento Pix
ou 2x de R$ 51,20 Sem juros
Pague com boleto, depósito bancário ou pix e ganhe mais 5% de desconto
Simulador de Frete
- Calcular frete

DISPONÍVEL PARA ENVIO A PARTIR DE 08 DE AGOSTO

Patrocinadores

      .     


Sinopse
O Manual do Instrutor VCQB® Protocolos de Combate Veicular traz a você conteúdo e apontamentos, instruindo e auxiliando de uma forma mais didática e objetiva, para que se possam aprender os protocolos necessários de sobrevivência a um confronto no contexto veicular, para você mesmo, sua família ou time.

Para isso, este livro é baseado em pesquisas, experiências de linha e vivência no mundo real, além de trazer as anotações utilizadas nos Módulos de VCQB® da ESPERANDIO TACTICAL CONCEPT®.

Servirá, portanto, como fonte de consulta para instrutores, militares e policiais durante suas aulas de Combate Veicular, porém, está também conectado a outras disciplinas do mundo operacional ou de defesa armada para civis.

Seja um multiplicador de força através deste Manual de Instrutores! 

Nos encontramos na linha!

 

Sobre o autor:
Marcelo Esperandio É policial civil na Unidade de Operações Aéreas, bacharel em Direito e pós-graduado em Direito Constitucional e Atendimento Pré-Hospitalar em Combate.

Soma-se a experiência de quase duas décadas, das quais mais de doze anos foram dedicados à atividade policial operacional e sete anos dedicados ao Exército Brasileiro, como primeiro-tenente R2 de Infantaria.

Formado em cursos operacionais como: Curso de Operações Táticas Especiais (COTE), da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ); COTE, Grupo Tigre, da Polícia Civil do Estado do Paraná (PCPR); Táticas Policiais, da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina (PMSC); Sobrevivência Policial e Resgate de Reféns (Hostage Rescue Team – HRT), do FBI; Operações Aéreas, dentre outros.

 
 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

    Capítulo 1 – A dinâmica do combate veicular
    1.    Características do combate veicular

    Capítulo 2 – Balística aplicada a veículos

    João Bosco Silvino Júnior
    1.    Introdução
    2.    Áreas de proteção balística em veículos

    2.1. Áreas de elevada proteção balística – zonas verdes

    2.2. Áreas de proteção balística relativas

    2.3. Áreas que não oferecem proteção balística

    3.    Tiros em vidros

    3.1. Tipos de vidro

    3.1.1. Vidro recozido

    3.1.2. Vidro temperado

    3.1.3. Vidro laminado

    3.2. Fraturas em vidros

    3.2.1. Fraturas radiais

    3.2.2. Fraturas concêntricas

    3.3. Deflexão da trajetória

    4.    Tiros na lataria

    4.1. Incidência oblíqua de projéteis na lataria

    4.2. Análise vetorial do impacto oblíquo de projéteis

    4.3. Ângulo crítico e ricochete de tiro

    5.    Tiro no tanque de combustível

    Capítulo 3 – Pontos fortes do veículo e a ilusão da segurança

    1.    Por que os marginais não atiram através do vidro?

    2.    Iluminando os pontos cegos

    3.    Armadilhas do nosso cérebro

    4.    Ilusões mentais e combate veicular

    4.1. Como resolver esse problema?

    Capítulo 4 – Como aplicar as posições de tiro no cenário do VCQB® combate veicular

    1.    A evolução e os predadores

    2.    A plataforma de tiro

    3.    Máquina de combate

    4.    Alinhando a resposta de sobrevivência ao tiro

    5.    Batalha de ângulos

    6.    A falácia da troca de empunhadura

    Capítulo 5 – Posições de tiro e plataforma de combate

    1.    Posição de tiro

    2.    Posição de pé

    3.    Posição pronado dinâmico

    4.    Posição pronado na roda

    5.    Posição pronado urbano

    6.    Posição de joelho – ortodoxa

    7.    Posição de joelho WPS

    8.    Posição joelho agressivo – Agressive Kneeling

    9.    Posição SIG SAUER ACADEMY

    10.    Posição SUB (Special Unit Boat)

    11.    Posição agachado – Squatt

    Capítulo 6 – Posições Táticas da arma e temple index

    1.    Posição temple index

    2.    Posição pronto alto

    3.    Posição de varredura ou3,5 (três e meio)

    4.    Posição high compresselow compress

    Capítulo 7 – Protocolos no interior do veículo

    1.    A posição da arma

    2.    Cinto de segurança

    3.    Família e os protocolos

    Capítulo 8 – Princípios de combate veicular

    1.    Primeiro princípio: OU VOCÊ TEM UM PLANO OU FAZ PARTE DELE

    1.1. Você tem um plano – emboscada deliberada

    1.2. Você faz parte do plano – Emboscada Inopinada

    2.    Segundo princípio: COMBATA PARA SAIR OU SAIA PARA COMBATER

    2.1. Combata para sair ou saia para combater

    3.    Terceiro princípio: MANTENHA SIMPLES

    4.    Quarto princípio: SEJA O MAIS RÁPIDO QUE PUDER

    5.    Quinto princípio: TRABALHE NO CAMINHO DE MENOR RESISTÊNCIA

    6.    Sexto princípio: NÃO TEM A VER COM A DISTÂNCIA, MAS COM OS ÂNGULOS

    7.    Sétimo princípio: TÁTICAS BASEADAS EM INICIATIVA

    7.1. Três regras das táticas baseadas em iniciativa

    Capítulo 9 – Protocolo de combate avançado

    1.    Protocolo Wyatt – FAST

    2.    Search and assess – busca e avaliação

    Capítulo 10 – Baixa luminosidade no VCQB® Combate Veicular

    1.    Os princípios do combate em baixa luminosidade

    1.1. Flash

    1.2. Fogo

    1.3. Fuga

    2.    Técnicas de emprego da lanterna

    3.    Técnica FBI modificada

    4.    Técnica Eye Index

    5.    Técnica Neck Index

    6.    Técnica Torre ou Harries modificada

    7.    Técnica Rogers (Surefire) modificada

    8.    Técnica Bolivar

    9.    Habilidades básicas em baixa luminosidade

    Capítulo 11 – Atendimento pré-hospitalar em combate (protocolo de atendimento)

    1.    Protocolo MARC

    1.1. MARC1 – massivo (sangramento massivo)

    1.2. MARC1 – aéreas (vias)

    1.3. MARC1 – respiração