Buscar por:
Carrinho Vazio


Clique na imagem para ampliar
Estudos de Casos em Balística Cód. do Produto: 2366

Autor: Domingos Tocchetto


 
R$ 99,00
Até 4x - Clique e veja mais detalhes

 

Armas Taurus – Uma Garantia de Segurança – 5ª Edição +
Estudos de Casos em Balística
+
 
25%
de desconto
De: R$ 171,00
Por: R$ 128,25
Até 10x - Clique e veja mais detalhes

 
Este não é um livro de doutrinas ou de técnicas periciais, mas o primeiro de uma série que reúne crimes famosos cujos laudos periciais claros, precisos e suficientes propiciaram aos magistrados a exata descrição dos crimes, possibilitando-lhes julgamentos rápidos, seguros, justos e incontestáveis. O estudo dos onze casos que abordam especificamente laudos periciais em Balística oferecem aos peritos uma clara visão da sua importância e responsabilidade na elucidação de crimes e na efetivação da justiça: o conhecimento técnico, a correta utilização das técnicas periciais, a reunião e a interpretação das provas na elaboração do Laudo Pericial.


Sobre o autor

DOMINGOS TOCCHETTO

Perito Criminalístico (1972 a 1991). Ex-Chefe do Serviço de Perícias Criminalísticas e da Seção de Balística Forense do Instituto de Criminalística (Porto Alegre, RS), Bacharel em História Natural (Biologia), Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais (Direito), Professor de Criminalística da Escola Superior da Magistratura – Ajuris, de Porto Alegre, RS (1981 a 1988), Professor honorário da Academia de Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul e Membro da Academia Paraense do Júri. Especialista e Consultor em Perícias de Balística Forense – título conferido pela Associação Brasileira de Criminalística. É autor do livro Balística Forense, 5ª edição, Millennium, 2010 e organizador do livro Perícia Ambiental Criminal, Millennium, 2010. Organizador da série Tratado de Perícias Criminalísticas, com 15 títulos, Millennium Editora, e Conselheiro Editorial para assuntos de Perícia Criminalística, da Millennium Editora.
Áreas de Especialização: Balística e Documentoscopia.
Parecer nº 1 - Homicídio ou Suicídio?

Parecer Técnico-Científico (20/11/1981): afastou a hipótese de homicídio, acatada em decisões judiciais, inclusive do Supremo Tribunal Federal.
Parecer Técnico
OBJETO
SOLICITAÇÃO
I. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES
II. OS FATOS
III. AS DECLARAÇÕES
IV. DISCUSSÃO DAS DECLARAÇÕES
V. A ARMA
VI. AUTO DE EXAME CADAVÉRICO E DE EXUMAÇÃO
VII. DISCUSSÃO DOS AUTOS DE EXAME CADAVÉRICO E DE EXUMAÇÃO
VIII. LAUDOS nºs 18350 e 18921 DO INSTITUTO NACIONAL DE CRIMINALÍSTICA - DISCUSSÃO DOS MESMOS
IX. CONCLUSÕES


Parecer nº 2 - Suicídio ou Homicídio?

Parecer Técnico (01/12/1987): afastou a hipótese de suicídio, defendida em Laudo da UNICAMP, e concluiu pelo ocorrência de homicídio, tese acatada pelo Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba.
PARECER TÉCNICO
OBJETO
SOLICITAÇÃO
PERITO
FOTÓGRAFO
I. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES
II. OS FATOS
III. AS DECLARAÇÕES, REPORTAGENS E ARTIGOS DE JORNAIS
IV. DISCUSSÃO DAS DECLARAÇÕES, REPORTAGENS E ARTIGOS
V. OS LAUDOS: ANÁLISE E DISCUSSÃO
VI. PESQUISAS E TESTES REALIZADOS
VII. DISCUSSÃO DOS RESULTADOS OBTIDOS NAS PESQUISAS E TESTES
VIII. CONCLUSÕES
IX. RESPOSTA À PERGUNTA FORMULADA PELA Dra. Míriam Yasbeck Asfóra


Parecer nº 3 - Distância do Tiro que Atingiu a Vítima

Parecer Técnico (23/09/1992): discordou da distância do tiro estabelecida pelos peritos oficiais. Parecer acatado pelo Tribunal do Júri, com a desclassificação para crime culposo.
Parecer Técnico
OBJETO
SOLICITAÇÃO
I. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES
II. OS FATOS
III. LAUDO PERICIAL nº Q-132/91
IV. MATERIAL E MÉTODOS UTILIZADOS
V. TESTES REALIZADOS
VI. REVELAÇÃO DOS RESIDUOGRAMAS
VII. ANÁLISE E DISCUSSÃO DOS RESIDUOGRAMAS
VIII. CONCLUSÕES


Parecer nº 4 - Posição da Vítima ao Ser Atingida pelo Tiro Fatal

Parecer Técnico realizado em coautoria com o Prof. Dr. Eraldo Rabello (16/10/1996): discordou da posição da vítima, ao ser atingida pelo tiro fatal, estabelecida pelos peritos oficiais. Parecer acatado pelo Tribunal do Júri, com a desclassificação para crime culposo.
Parecer Técnico
OBJETO
SOLICITAÇÃO
I. OS FATOS
II. DECLARAÇÕES, DEPOIMENTOS E LAUDO DE Necrópsia
III. ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS DADOS CONTIDOS NOS DOCUMENTOS QUE INTEGRAM OS AUTOS
IV. CONCLUSÕES


Parecer nº 5 - Autoria do Homicídio

Parecer Técnico realizado com a colaboração da Perita Criminal Dra. Miriam Aparecida Garavelli (12/12/1997): demonstrou que a indiciada não foi a autora do tiro que atingiu a vítima, tendo sido impronunciada pelo Tribunal de Justiça de Belo Horizonte (Recurso em Sentido Estrito nº 000.147.400-6/00)
Parecer Técnico
OBJETO
SOLICITAÇÃO
I. OS FATOS
II. DEPOIMENTOS, LAUDOS, COMUNICAÇÃO DE SERVIÇO E RELATÓRIO
III. EXAMES REALIZADOS
IV. TESTES
V. DISCUSSÃO
VI. CONCLUSÕES
MICROSCOPIA ELETRÔNICA DE VARREDURA (MEV) - RELATÓRIO DE ANÁLISE
I. DESCRIÇÃO DOS OBJETOS DE ANÁLISE
II. DO OBJETO DA ANÁLISE
III. METODOLOGIA
IV. DOS RESULTADOS DAS ANÁLISES
V. CONCLUSÃO


Parecer nº 6 - Homicídio ou Tiro Acidental?

Parecer Técnico (02/05/2000): afastou a hipótese do tiro acidental, concluindo pela ocorrência do homicídio. Parecer acatado pelo Tribunal do Júri, com a condenação do réu por crime culposo.
Parecer Técnico
OBJETO
SOLICITAÇÃO
I. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES
II. OS FATOS
III. FINALIDADE DO PARECER TÉCNICO
IV. DECLARAÇÕES, DEPOIMENTOS, LAUDOS PERICIAIS, PARECERES E OUTROS DOCUMENTOS
V. DISCUSSÃO
VI. CONCLUSÕES


Parecer nº 7 - Autoria do Tiro: da Vítima ou da Ré?

Parecer Técnico (14/11/2001): demonstrou a inexistência de prova técnica que permitisse imputar à ré, em grau de certeza, a autoria do tiro que atingiu a vítima.
Parecer Técnico
OBJETO
SOLICITAÇÃO
I. HISTÓRICO
II. FINALIDADE DO PARECER TÉCNICO
III. LAUDOS PERICIAIS E OUTROS DOCUMENTOS
IV. DISCUSSÃO E ANÁLISE DAS PEÇAS ACIMA REFERIDAS
V. CONCLUSÕES


Parecer nº 8 - Autoria do Tiro que Atingiu a Vítima

Parecer Técnico (05/06/2002): analisou Parecer Técnico emitido pelo IC-PA, no qual os peritos afirmaram "que o disparo foi realizado pela Sra. Rosely, mediante acionamento mecânico (força muscular) da tecla do gatilho de arma de fogo (revólver)", e demonstrou a impossibilidade técnica de se fazer tal afirmação. O Ministério Público requereu a desclassificação para crime culposo, aceita pelo Tribunal do Júri, em decisão do dia 07/05/2004.
Parecer Técnico
OBJETO
SOLICITAÇÃO
I. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES
II. FINALIDADE DO PARECER TÉCNICO
III. ANÁLISE E DISCUSSÃO DAS PEÇAS ACIMA REFERIDAS
IV. CONCLUSÃO
V. COMITÊ NACIONAL DE DOCUMENTOSCOPIA - I ENCONTRO DE PERITOS DO MERCOSUL


Parecer nº 9 - Tiro Voluntário ou Tiro Involuntário?

Parecer Técnico (29/03/2005): afastou a hipótese do tiro voluntário, apontando para a possibilidade da ocorrência de tiro involuntário, hipótese essa aceita pelo Tribunal do Júri, com a condenação do indiciado por crime culposo.
Parecer Técnico
OBJETO
SOLICITAÇÃO
I. OS FATOS
II. FINALIDADE DO PARECER TÉCNICO
III. LAUDOS PERICIAIS E OUTROS DOCUMENTOS
IV. DISCUSSÃO
V. CONCLUSÕES


Parecer nº 10 - Trajetória e Trajeto do Tiro

Parecer Técnico realizado em coautoria com o Prof. Dr. Nelson Massini (25/09/2003): demonstrou que houve desvio na trajetória do tiro, motivo pelo qual o projétil atingiu a vítima e lhe causou a lesão mortal.
Parecer Técnico
OBJETO
SOLICITAÇÃO
I. OS FATOS
II. FINALIDADE DO PARECER TÉCNICO
III. LAUDOS PERICIAIS E OUTROS DOCUMENTOS
IV. LEVANTAMENTO DO LOCAL DOS FATOS E REPRODUÇÃO SIMULADA
V. DISCUSSÃO
VI. CONCLUSÕES


Parecer nº 11 - Veracidade e Compatibilidade dos Depoimentos e Declarações do Indiciado

Parecer Técnico Complementar (27/06/2008): demonstrou a veracidade e compatibilidade dos depoimentos e declarações do indiciado.
Parecer Técnico
OBJETO
SOLICITAÇÃO
I. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES
II. FINALIDADE DO PARECER TÉCNICO COMPLEMENTAR
III. ATA DE ADIAMENTO DO JULGAMENTO, LAUDOS PERICIAIS E OUTROS DOCUMENTOS
IV. DISCUSSÃO
V. CONCLUSÕES
Laudos Periciais do Instituto de Criminalística de São Paulo
Laudo Pericial nº 01/05/0001/2007 e Laudo Pericial nº 01/05/0002/2007
Os dois Laudos, que tiveram por objeto a análise do teor e das conclusões do Parecer Técnico datado de 25/09/2003, ratificaram in totum o referido Parecer.
LAUDO Nº 01/050/0001/2007
LAUDO Nº 01-050-0002/2007
Ano: 2011

Edição: 1ª edição

Número de Páginas: 384

Peso: 0,526 kg

Altura: 23 cm

Largura: 16 cm

Lombada: 1,5 cm

Acabamento: Brochura

I.S.B.N.: 978-85-7625-218-4

Código de Barras: 9788576252184

Valor: R$ 99,00





FORMAS DE PAGAMENTO
Cartão de Crédito
Depósito
Boleto Bancário

AJUDA E SUPORTE
Cadastro
Como Comprar
Entrega e Frete
Troca e Devolução
Meus Pedidos
Política de Segurança
FALE CONOSCO
sac@millenniumeditora.com.br
(019) 3229-5588

Vendas na internet
sac@millenniumeditora.com.br
(19) 3305-0439

Atendimento
De segunda à sexta das 8:00h às 18:00h (Exceto Feriados)

 

Av. Marechal Rondon, 473 - Jd. Chapadão - Cep 13070-172 - Campinas - SP - (19) 3229-5588
CNPJ 02.381.094/0001-11
IE 244.618.127.111
Vendas na internet - (19) 3305-0439
© 2014 - Todos os Direitos Reservados à Millennium Editora

5